Com oportunidades para os 20 atletas, tricolor encerra participação na Copinha 2022

Com a filosofia de dar a todos os atletas a oportunidade de estarem em campo na Copinha, o tricolor se despediu hoje da maior competição de categorias de base do mundo. Vinte atletas puderam mostrar seus talentos e serem observados durante a disputa da competição.

“Não seria honesto trazer atletas pra cá e não os botar pra jogar, dar alguma minutagem, alguma experiência, ver também como seria a reação deles numa competição á vera. De um modo geral estou satisfeito com o desempenho dos atletas, alguns estiveram abaixo, tivemos outros que até por motivo de gripe não conseguiram dar o contributo ideal que pretendíamos”, avaliou o técnico Paulo Caroço.

Dentro da proposta de observação, o clube optou por não levar um elenco com idade próxima ao limite, abrindo as portas para atletas em sua maioria nascidos em 2003 e 2004 e com dois jogadores de 2005, e segundo o técnico tricolor os resultados já estão sendo colhidos.

“Assim, a participação do Palmas acabou sendo dentro daquilo que é o que nós tínhamos planejado de início que era mostrar atletas mais jovens acabou por ser concluída com sucesso, sei que há duas ou três negociações em curso, o que pra nós já é bastante importante e bom pra seguirmos com esse processo. Vamos levantar a cabeça, lá vem o Campeonato Tocantinense e vai ser mais um degrau pra esses jogadores subirem. Vamos continuar o trabalho”, afirmou.

O tricolor deve iniciar o retorno ao Tocantins no início da tarde desta terça, 11. Ao todo, a delegação irá percorrer 1.700km de ônibus, sendo que a viagem de ida a São Paulo durou cerca de 27 horas. O Palmas estreia no dia 22 de janeiro no Tocantinense 2022 diante do Interporto fora de casa.

 

 

Faça um Comentário